Investimento federal em transportes cai 6,1% em seis anos, segundo EPL


O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MT) e a Empresa de Planejamento de Logística (EPL) lançaram, no dia 13/6, a primeira edição do Anuário Estatístico de Transportes. Em uma única publicação, foram consolidadas informações sobre transportes de cargas e de passageiros e infraestrutura logística do País. Há dados de todos os segmentos que compõem o setor (rodoviário, ferroviário, hidroviário, aeroviário e dutoviário), em números, de 2010 a 2016.

Um dos destaque da publicação foi a queda de 6,1% no investimento público federal em transportes, caindo de R$ 19,7 bilhões em 2010 para R$ 18,5 bilhões em 2016. Quando levado em conta o investimento total, com público somado ao privado, o montante aplicado aumentou 26,5% entre 2010 e 2016. Já o investimento privado feito em concessões foi o que mais cresceu no período, passando de R$ 4,2 bilhões em 2010 para R$ 9,8 bilhões no ano passado, ou seja, uma elevação de 133,3%.

“A queda no investimento total no ano de 2015 só não foi maior porque houve aumento do investimento privado no mesmo período, ganhando relevância para a sustentação dos investimentos em infraestrutura de transportes”, analisou o diretor-presidente da EPL, José Carlos Medaglia Filho.

Em 2016, segundo diretor-presidente da EPL, o investimento público mostrou pequena recuperação – crescendo 0,61% na comparação com 2015 – e o privado, por sua vez, teve queda de 19,3%, em uma reversão de tendência em relação ao ano anterior. O motivo do recuo do investimento privado, de acordo com Medaglia, foi a incerteza quanto ao retorno financeiro dos investimentos somada à recessão.

“Para 2017, o cenário se configura de forma mais otimista. O Poder Público está empenhado em dar mais celeridade aos projetos de infraestrutura. O Programa de Parcerias de Investimentos [PPI] traz profundas mudanças na política do governo para investimento, sinalizando um movimento [em direção] à privatização da infraestrutura logística do país”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil


Últimas Postagens
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle